Dear Abandonia visitors: We are a small team that runs one of the largest DOS Games websites in the world. We have only 3 members of staff, but serve 450,000 users and have outgoing costs like any other top site for example: our servers, power, rent, programs, and staff. Abandonia is something special. It is a library of old games for you to download. It is like an old gaming arcade with all the old games in their original format. Abandonia is a place where you can find great old games and have fun four hours and years. To protect our independence, we are dependent of our friends using the site. We run on donations averaging around 6 USD (5 Euro). If everyone reading this gave the price of a cup of coffee, our fundraiser would be made easier. If Abandonia is useful to you, take one minute to keep it online for another year. Please help us forget fundraising and get back to Abandonia.

When Abandonia was founded it was to collect and present all old games where the copyright protection had been abandoned, hence the term ’abandonware’ and the site name Abandonia.com. We are still doing our best to keep the site open and free and will appreciate your support to help it stay that way.

‐ Thank you from the Abandonia Team

We are trying to make it easy for people in every country to donate. Please let us know how we could make it easier for you.

Please give whatever you can to help us.

Amount: Currancy:

or
Selecciona o idioma
Portuguese
password:
not a member yet? register here! forgot your password? reset here!

Download Halls of Montezuma

Halls of Montezuma
 
Produtora:
Editora:
Ano:
Palavras-chave:
Tamanho:
1840 kb
Compatibilidade:

 

Download




Vamos lá a ver: se fores um rapaz, provavelmente em alguma altura da tua vida brincaste com soldadinhos (certamente durante a fase da infância). A emoção que sentias quando os teus pequenos soldados verdes faziam um assalto atrevido ao acampamento da base inimiga dos soldadinhos cinzentos, atirando berlindes e fazendo aqueles sons esquisitos "peuw-peow" irá ficar-te na memória por muito tempo. Alguns de vós na verdade nunca se irão esquecer, e certamente não se importariam de repetir a experiência novamente. E é aqui que Halls of Montezuma: a história do "Corpo de Fuzileiros dos Estados Unidos" (the United States Marine Corps) entra. É tal e qual como um clássico jogo com um exército de soldadinhos, numa escala mais alargada, usando cartas.

O interface do jogo não me demorou tanto tempo a perceber como eu julgava, tendo conseguido absorver quase tudo muito facilmente e ter um jogo completo numa curta sessão de 30 minutos. O jogo decorre num típico mapa estratégico hexagonal, usando cartas para representar as unidades. O símbolo X é usado para as unidades de infantaria, o O para as de cavalaria (tanques) e os S para as de artilharia. Depois de escolheres o teu cenário, e de que lado queres estar (normalmente um dos lados tem uma grande vantagem sobre o outro), podes obter relatórios detalhados das tuas esquadras. Nestes relatórios podes ver que esquadras estão em forma e quais as que acusam fadiga, as que ficaram sem líder, quantas baixas tiveram e até mesmo se as suas linhas de reabastecimento foram interrompidas. A partir do menu dos relatórios, é ainda possível verificar os objectivos no mapa e ver quem os controla, e também que esquadras estão destinadas a tomá-los ou a libertá-los para obteres mais pontos. No menu das ordens, poderás dar ordens às tuas divisões. No entanto elas poderão não seguir pelo caminho que estás à espera que elas utilizem, e se entrarem em contacto com o inimigo irão tentar repeli-lo em vez de se arriscarem a perder elementos. Tudo neste jogo gira à volta da aquisição de pontos de vitória (Victory Points). Depois de um determinado número de turnos, número esse que será diferente para cada cenário, o exército com mais pontos (VP) ganha. Poderás estar no meio de uma derradeira ofensiva, quando o "juiz" pára o tempo e o Rommel simplesmente começa-se a rir na tua cara e rouba-te o "dinheiro do almoço".

Sendo um jogo antigo, não há que esperar muito dos gráficos e do som, apenas funcionalidade. Os gráficos funcionam, quando conseguires identificar o que os símbolos querem dizer nas cartas, torna-se fácil visualizar os exércitos em acção. O som no entanto é outra história. É muito minimalista, o que até não é mau, mas o que lá está é um pouco patético. Deslocar as unidades causa um som, as unidades a sofrerem um ataque causam um som, e é apenas isso, à parte de serem apenas sons de bangs e booms do PC-Speaker. Dependendo da localização dos gráficos e dos sons na tua lista de prioridades para um jogo, podes até não querer nada com este, mas acho que toda a gente o devia experimentar e procurar tirar um pouco de diversão com ele.

PRÓS
+ Simulação precisa para alguém que se senta atrás de uma secretária a dar ordens a soldados
+ Acção bastante rápida
+ Fácil de compreender

CONTRAS
- Os gráficos são meramente funcionais
- Os sons são menos que o adequado
- Não há controlo directo sobre unidades individuais


Publicidade

Analisado por: Eva02Soul / Imagens por: Eva02Soul / Enviado por: Eva02Soul / Traduzido por: Shrek / share on facebook
 

User Reviews

Se gostaste deste jogo, também vais gostar destes

 
género:
tema:
perspectiva:
 
género:
Acção
tema:
perspectiva:
 
género:
Tabuleiro
tema:
perspectiva:
 
género:
Tabuleiro
tema:
perspectiva:
LeoVegas Mobil Casino


Your Ad Here